Como desfrutar das músicas que você tem em casa – Ideias de apreciação musical!

Ideias de apreciação musical - Como desfrutar melhor das músicas que você tem em casa.
Ideias de apreciação musical - Como desfrutar melhor das músicas que você tem em casa.

Que a música é uma das expressões artísticas que nos causa maior sensação de proximidade, intimidade até, não há dúvidas, mas o quanto realmente, nos permitimos a uma rotina de apreciação, de maneira a conhecer um pouco mais dos sons que nos proporcionam reflexões, e sentimentos de diversas ordens?

O exercício da profissão de músico por muitos anos, me despertou para o testemunho de fatos recorrentes nos limites das minhas obervações.

Sempre me intrigou o rito que as mais diferentes pessoas externavam ao buscar o uso da música nas situações.

As motivações sempre foram as mais diferentes.

Existem pessoas que ligam seus aparelhos de som assim que acordam (talvez eu me inclua nessa lista…), outras realizam suas atividades profissionais com a música em segundo plano, outras realizam atividades do lar, outras dirigem se musicalizando, outras estudam etc.

A exclusividade da música

Eu, particularmente, sempre senti dificuldade em dividir atenção entre música e alguma outra atividade.

O constante exercício de atentar pra música de forma mais investigativa, me conduz inconscientemente a priorizar a apreciação musical, que realizar outra atividade.

E você, de que maneira prefere apreciar música?

Por acaso você já fez uma reflexão no sentindo de saber se realmente consome da melhor maneira a música que compra?

Quantas vezes já ouviu aquele CD que tanto gosta e comprou já faz um tempo?

Você reserva algum tempinho, mínimo que seja, pra consumir a música que tem em casa?

Eu conheço pessoas que tem inúmeras coleções de CDS, Vinis, Mp3 etc mas que nunca escutaram sequer 5% do acervo que possuem, e as coleções passam a fazer concorrência com aquela bicicleta ergométrica, empoeirada, que a titia tem em casa mas nunca usa, tendo serventia muito mais pra cabide, por exemplo.

 Segue abaixo uma lista de sugestões pra que você ocupe uma parte do seu lazer se divertindo com música, e usufruindo melhor da música que tem em casa.

Apreciação musical

São sugestões de certa forma até óbvias, mas que muitas vezes nos passam despercebidas:

  • Separe 4 ou 5 CDs por semana (de preferência, prorrogue a apreciação desses CDs por mais tempo…) pra apreciar;

  • Pesquise na internet sobre aqueles artistas que protagonizam esses CDs, quem são seus pares, se costumam transitar por gêneros musicais específicos etc. Por mais conhecidos que eles sejam, sempre há uma informação que não sabemos e que pode ser enriquecedora pra nós e para os nossos;

  • Pesquise sobre o produto em si: o que motivou o artista a gravá-lo, o “por que” daquele nome, quem foi o produtor, os diretores (artístico e musical), a ficha técnica (indispensável para músicos). Essas informações, muitas vezes nos tornam mais conscientes do quanto pessoas extraordinárias estão por trás de determinados trabalhos, e quantas histórias interessantíssimas podem estar ali agregadas;

  • Tente identificar os instrumentos que estão sendo tocados nas músicas, e se a sonoridade proporcionada por eles estabelece um diálogo com o contexto musical (letra, título da música etc.);

  • Escute no café da manhã (bem baixinho), no banho matinal (para aqueles que utilizam, né? Rs), no carro (uma das oportunidades que mais me agrada, funciona muito bem como uma proteção contra o estresse do trânsito nas grandes cidades), no intervalo pra almoço (apreciar música, é muito mais saudável que direcionar nossa atenção para programas de noticiário policial, que em nada nos enriquece) etc;

  • Compartilhe suas impressões sobre esses CDs com amigos, colegas de trabalho, familiares etc. A música pode e deve ser um excelente método de socialização;

  • Crie o hábito de escutar música em volumes baixos, além de ser preventivo contra problemas de audição, aguça a nossa capacidade auditiva e não incomoda outras pessoas. A poluição sonora é um dos grandes desafios a serem vencidos pela humanidade, seja um agente para mudança dessa perspectiva;

  • Se tiver oportunidade em ir a uma apresentação “ao vivo”, do protagonista daquele trabalho previamente apreciado e sentir-se confortável, vá até o artista e manifeste o seu interesse, dê um feedback sobre o produto. Além de estabelecermos um contato com o artista, temos a oportunidade em saber um pouco mais sobre as circunstâncias, e “entrelinhas” que estão impregnadas naquele determinado trabalho;

Espero que essas sugestões se tornem úteis, e que você possa fazer da apreciação musical uma experiência cada vez mais enriquecedora.

Chico Oliveira.

Se você gostou desse post, deixe seu comentário, e/ou sugestão para novos temas a serem postados. Inscreva-se na nossa lista de e-mails para ficar atualizado(a) sobre novas postagens. Caso conheça alguém que possa se interessar pela postagem, compartilhe! Obrigado e até breve!

Compartilhe:

Veja também:

plugins premium WordPress